Breve Biografia do Profeta Muhammad (BPD)

O Profeta Mohammad (S.A.A.S) era filho de Abdullah, filho de Abdul Muttaleb, da tribo de coraich. Nasceu em Mecca no ano 570 D.C. Seu pai faleceu antes de seu nascimento e quando atingiu seis anos de idade sua mãe Amina, também faleceu, deixando-o sob a tutela de seu avô Abdul Muttaleb. Quando seu avô morreu já havia sido recomendado que sua educação e cuidados estariam sob a responsabilidade de seu tio Abu Taleb. Desde sua infância o Profeta Mohammad (S.A.A.S) era de caráter puro, sempre afastado dos maus costumes. Se distinguia dos demais pela nobreza de seu caráter, de sua lealdade, coragem e auxílio aos mais fracos e necessitados. Enfim o Profeta Mohammad (S.A.A.S) era o Preferível e o mais completo de todos, chegando a ser cognominado de " O Honesto " e as pessoas guardavam em confiança seus pertences valiosos e quando ocorriam divergências entre si, chamavam-no para arbitrar entre eles devido à sua sensatez, equitatividade, seriedade e fé em Deus Supremo. Por causa da intensa devoção por Deus e pela sua meditação sobre a criação dos céus e da terra, se retirava para a gruta de Hirá, nas imediações de Meca e que se localizava numa de suas montanhas, longe de tudo, onde se entregava à adoração de seu Criador. Quando o Profeta Mohammad (S.A.A.S) atingiu a idade de quarenta anos, desceu sobre ele a primeira revelação de Deus, por intermédio do anjo Gabriel, enquanto orava na gruta de Hirá. Sua missão no início restringia-se à sua própria casa e família. Posteriormente passou a convocar a sua sociedade à adesão para o Islam. Chamou os da tribo de Coraich e o povo em geral. Explodindo com isso a notícia sobre o Islam e seu Profeta Mohammad. A linha do Islam tornou-se uma forte corrente, temida pelos incrédulos e idólatras que passaram a perseguir os muçulmanos, a torturá-los e boicotá-los. Apesar de tanto sofrimento, permaneceram firmes na crença de Deus Único. O Profeta Mohammad (S.A.A.S) recebeu a revelação ao longo de vinte e três anos, formando assim o Alcorão Sagrado.

Alguns ditos do Profeta Mohammad (S.A.A.S)

Recitai o Alcorão, porque o Alcorão intercede por vós no dia do Juízo final. Afastai-vos da inveja, porque a inveja destrói as boas ações, como o fogo consome a lenha. Quando um ser humano falece, acaba a sua jornada, exceto em três casos: 1- Uma caridade cujos benefícios não cessaram 2- Trabalhos no campo do saber, que produzam utilidades às pessoas. 3- Ter criado filhos bons, que rezem por ele constantemente. A busca do saber é obrigatória para todo muçulmano e muçulmana. Afastai-vos das bebidas alcoólicas, porque são a chave de todos os males e desgraças. Não entrareis no paraíso se não pela fé, e não tereis fé se não amardes uns aos outros. Afasta-te de tudo que Deus proibiu e serás o mais piedoso dos homens. Resigna-te ao que Deus destinou a ti, e serás o mais rico dos homens. Fazei o bem a teus vizinhos, e serás verdadeiro crente. Deseja para o teu semelhante o que deseja para ti mesmo, e serás autêntico muçulmano. O momento em que o muçulmano está mais próximo de Deus, é quando ele estiver prostrado em oração.