Khadijah bint Khuwaylid

Khadijah ( falecida em 619 em Meca) foi a primeira esposa do profeta Muhammad. Foi a primeira pessoa a se converter à religião pregada pelo marido, o Islão.

Khadijah foi casada duas vezes e enviuvou dos dois casamentos. Ela era uma rica viúva envolvida no comércio caravaneiro quando Muhammad entrou ao seu serviço, trabalhando como seu agente nos negócios das caravanas que atravessavam a Arábia em direcção à Síria. Por volta de 595, quando ela tinha cerca de quarenta anos e Muhammad cerca de vinte e cinco, propõe o casamento a Muhammad. O casal permaneceu unido nos próximos 24 anos .

De acordo com a tradição islâmica o primo de Khadijah, Waraqa, era um hanîf, ou seja, um monoteísta, muito provavelmente um cristão nestoriano. O primo de Khadijah identificou Muhammad como profeta pouco antes de morrer. Khadijah estimulou o seu marido a pregar publicamente a sua mensagem religiosa e a sua influência serviu para protegê-lo.

Fátima Zahraa para a Khadijah e para o Profeta , Fátima sua filha casou-se com o Imam Ali.

Khadijah falecida em 619 em Meca e até agora seu túmulo se consede na Mesquita Haram.